Aos amigos anônimos e bem parecidos conosco

Posted by Elvira Pereira junho 05, 2009


Bom dia amigos!
Lendo algumas crônicas de alguns outros tantos amigos anônimos, cheguei à conclusão de que somos todos tão iguais, o que nos diferencia são apenas alguns gostos extravagantes; umas manias enraizadas em nosso cotidiano que usamos para nos defender de possíveis invasores, muitas vezes fruto de nossos medos e da insegurança em projetarmos o nosso real sentimento para quem nos observa.Meu amigo, você já prestou atenção em quanta coisa é camuflada para mantermos uma aparência irretocável, por puro medo de nos expormos ao ridículo? Será amigo, que se nos despíssemos da nossa armadura protetora chamada ego poderia ser mais leve nossa armadura e entender a vida sem tantos atalhos complicados?Sabe amigo, há momentos em que eu queria gritar "eu te amo" e com a mesma intensidade poder dizer, também, "não concordo" ou "não te suporto". Mas, com a estória da política da boa vizinhança nos tornamos arremedos da verdade, omitindo tantos conflitos, se realmente pudéssemos ser verdadeiros, nosso amigo entenderia que não é o "cara" o tempo todo e quando há discordância as pessoas podem expressar o que sente sem agredir e não ficar fazendo um tipo de bonzinho que suporta tudo, mas, que por dentro está matando uma amizade que não criou raiz para fecundar e crescer sólida, resistindo a qualquer vendaval.Bem amigo, vou ficando por aqui tentando refletir sobre tudo o que pensei para não me sentir tão afetada quando um amigo disser que não concorda comigo e que eu poderia melhorar o meu proceder.
Um grande abraço e até breve.
Elvira Pereira

0 comments

Postar um comentário

    Arquivo

    Cultmidiáticos