MORIN na UFRN 17 de setembro

Posted by recunha setembro 02, 2010 0 comments

A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, o Centro de Ciências Sociais Aplicadas(Programa de Pós-Graduação em Educação), o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes(Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais) e o Grupo de Estudos da Complexidade GRECOM, apresentam a Conferência “O destino da Humanidade” com o pensador francês EDGAR MORIN no dia 17 de setembro, às 19 horas na Praça Cívica do Campus  com apresentação da Orquestra Sinfônica da UFRN.

O evento faz parte das atividades da Cátedra Itinerante UNESCO “Edgar Morin” para o Pensamento Complexo (CIUEM), e o primeiro ponto na América Latina é o Grupo de Estudos da Complexidade (GRECOM), que é vinculado aos programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais e em Educação da UFRN.
O objetivo principal do evento é reunir acadêmicos, pedagogos e estudantes da rede pública e privada de educação para retomar a aposta de Edgar Morin na reforma da educação: um sujeito múltiplo para uma educação complexa. Portanto, todas as pessoas interessadas, do campo da educação básica à superior, podem participar do evento.
Formado em História, Geografia e em Direito, Morin é um pensador inclassificável, múltiplo, um “eterno estudante”. Um pensador que politiza o conhecimento, homem para quem só pode haver "ciência com consciência”, professor que expõe suas incertezas e acredita na “boa utopia”, na reforma da universidade e do ensino fundamental. Um educador para o presente e o futuro. Consciente de que a construção de uma sociedade mais justa e igualitária só é possível por meio de uma nova e complexa compreensão do mundo, Morin tem apostado nos últimos anos na reforma do sistema educacional. Os livros Os sete saberes necessários à educação do futuro (Editora Sulina), A cabeça bem-feita (Editora Bertrand-Brasil) e A religação dos saberes (organizado por ele e publicado pela Bertrand-Brasil) mostram seu investimento prioritário na educação.

Parceria e Apoio
Secretaria Estadual de Educação e Cultura do Rio Grande do Norte
Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes / Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais – UFRN
Centro de Ciências Sociais Aplicadas / Programa de Pós-Graduação em Educação – UFRN
COMPLEXUS – PUC São Paulo
RECOM – UESB Vitória da Conquista, BA
GETC – IFRN Natal
GEPC – UERN Mossoró
GECR – UERN Natal
GEEA – UFRN Natal
GEPC – UFRN Natal
LEPEC – UFPB João Pessoa
LAECOS – UFPB João Pessoa
NEPPE-EPSI – UFPB João Pessoa
Núcleo Psicanalítico de Natal
Escola de Música da UFRN
Cooperativa Cultural da UFRN

Mais informações no GRECOM +55 84 3215-3525


Diego Casaes convida os blogueiros culturais digitais para uma Blogagem Coletiva de Repúdio ao AI5 Digital – 31/08 #meganao


"Amigos, os adoradores do AI5Digital e da ditadura,  os amantes do vigilantismo, os defensores dos direitos econômicos em detrimento dos direitos civis que formam o tripé do atraso, estão se movimentando para aprovar o famigerado e monstruoso AI5Digital que há muito deveria ter sido fulminado, destruído e acabado. A turma do Grande Irmão: Azeredo, Febraban, Fecomercio e outros do mesmo quilate estão fazendo uma força tremenda para nos empurrar o AI5Digital guela abaixo de qualquer forma, vamos aos fatos:
  1. A mídia continua repetindo o Mantra da Irracionalidade contra a Internet
  2. No dia 05/08/10  O Deputado Pinto Itamaraty do PSDB apresentou parecer favorável ao AI5Digital, ignorando todos os argumentos e movimentos sociais dos últimos três anos.
  3. Seis dias depois aparece uma matéria dizendo que os Deputados buscarão acordo para votar a lei de crimes na Internet.
  4. E agora um evento para lá de esquisito organizado pela revista Decision Report, uma publicação que parece estar à serviço do Azeredo e do vigilantismo, se anuncia para o dia 31/08 com o título oportuno (para o tripé do atraso) de: Crimes Eletrônicos – A urgência da lei. O curioso e que este evento conta com 19 palestrantes para falarem em 2:30h, o que dá um pouco mais de 7 minutos para cada um.
Por estas e por outras que estamos convocando uma blogagem coletiva para o dia 31/08/10, justamente no dia do tal evento à serviço do Azeredo e do AI5digital, vamos fazer uma blogagem coletiva contra o AI5Digital para lembrar a todos que queremos a Internet como um espaço livre e democrático!!!" abs., Diego Casaes Content Manager at Esfera (Casa da Cultura Digital) // Author at Global Voices Online // Translation Editor at Global Voices in Portuguese


O Programa de Bolsa de Doutorado Sanduíche é direcionado para estudantes de doutorado brasileiros. Os candidatos, de comprovado desempenho acadêmico, deverão apresentar projetos de pesquisa de excelência para serem desenvolvidos, parcialmente, em uma instituição norte-americana. O programa prevê a concessão de até 50 bolsas, com duração de nove meses.

A Comissão Fulbright poderá, caso avalie necessário, oferecer treinamento em inglês nos EUA, com até quatro meses de duração, aos bolsistas com nível insuficiente de proficiência na língua.

Antes de iniciar sua candidatura, leia atentamente o Edital e as instruções para em seguida preencher os formulários. 

Requisitos para candidatura:
- Ter nacionalidade brasileira
- Não ter nacionalidade americana
-
Estar matriculado em curso de doutorado reconhecido pela Capes
- Não ter usufruído de bolsa de doutorado anteriormente
- Ter proficiência em inglês
- Ter cursado o mínimo de créditos exigidos pelo curso para realização de doutorado

Benefícios:

- Bolsa mensal de US$ 1.300
- Auxílio-pesquisa variável entre US$ 2.000 aUS$ 7.000, de acordo com a instituição nos EUA
- Auxílio-instalação de US$ 990
- Passagem aérea de ida e volta
- Seguro-saúde

Inscrições

Inscrições abertas até 30 de setembro de 2010

Mais informações

ddr2011@fulbright.org.br


José Antônio Ramalho está lançando o livro MÍDIAS SOCIAIS NA PRÁTICA, pela Editora Elsevier. Ramalho é o escritor brasileiro de livros de informática com mais títulos publicados nesta área. Seus livros de informática já foram traduzidos para o inglês, espanhol, polonês, Indonésio e Chinês. O livro MÍDIAS SOCIAIS NA PRÁTICA
segundo o autor, não mostra infindáveis pesquisas e estudos que comprovam o crescimento da internet em relação a outras mídias e como o dólar-publicidade está migrando para lá. Ramalho escreve sobre como a forma de comunicar mudou; e comenta como muitos jornalistas e assessores de imprensa estão vagando num mar com espécies estranhas que não existiam há pouco mais de cinco anos.

"Nessa fauna encontramos: busca orgânica, rastreamento de boatos, ROE, mobile marketing, consumidor 2.0, tuitar, SAC 2.0. A comunicação one-way não é mais válida e uma pista de mão dupla se estabeleceu com muita informação sendo gerada pelo consumidor. Através de ferramentas simples e sem custo, como blogs e sites de relacionamento, pessoas comuns estão falando sobre sua empresa, marca ou serviço para uma audiência global. E nem sempre estão falando bem. Com o poder da coletividade, suas opiniões ganham uma força sem precedentes. As pessoas agora dispõem de meios eletrônicos que tornam o velho boca a boca uma forma, muitas vezes, mais eficiente de divulgar um assunto ou produto do que uma campanha de marketing convencional. As mídias sociais dizem respeito a pessoas comuns que passam a ter o poder de divulgar suas ideias coletivamente e infl uenciar o mundo ao seu redor. [...] As mídias sociais estão alterando, de forma irreversível, as relações entre as empresas e os consumidores. Este livro é apenas uma fotografia de um breve período da formação das mídias sociais. A velocidade com que elas crescem supera qualquer tentativa de quantificá-las".
 
 

10 FiloCom traz GUNKEL

Posted by recunha agosto 30, 2010 0 comments





O professor doutor Ciro Marcondes Filho
informa que David Gunkel,
o crítico da lógica dual,
do método e da alteridade tecnológica
é o convidado internacional
para debater com especialistas brasileiros no
Seminário 10 anos de FILOCOM:
A nova teoria nos 44 anos do ECA.

Gunkel associa questões da comunicação a temas filosóficos como o questionamento da lógica binária, que, segundo ele, por ser uma ética antropocêntrica e metafísica, leva o pensamento ocidental a um beco sem saída. Já conhecemos a crítica a essas oposições binárias em Jacques Derrida. Para Gunkle, a escolha entre duas alternativas se origina na história do pensamento ocidental e esta dialética forma tanto as teorias quanto as práticas das tecnologias de comunicação e informação. Em vez das oposições este ou aquele, Gunkel sugere em todos os seus textos a abertura para uma multiplicidade maior de possibilidades. Gunkel é um pensador que associa dimensões filosóficas às TIC e chama a nossa atenção para nossa responsabilidade, enquanto estudiosos e praticantes da comunicação, para as variações da alteridade. Propõe que se pense de outra forma (Otherwise thinking), de uma maneira que não tome partido, que não defenda uma posição contra a outra, nem tente resolver as disputas existentes para negociar uma solução razoável. De forma semelhante à Nova Teoria e seu metáporo, Gunkel critica a palavra "método", como algo que necessariamente "padroniza o pensamento científico". Em lugar disso, ele sugere outros "modelos de acoplamentos". Por isso, quando fala da questão da máquina, a estuda sob os ângulos da ética, da alteridade e da tecnologia. Para além de Emmanuel Levinas, ele se pergunta qual é o status moral de outras formas de alteridade, já que para a lógica as TIC não parece existir alteridades outras, mas apenas o fato de, do outro lado da tela, haver obrigatoriamente um ser humano. No arquivo anexo é apresentada a introdução ao mais recente livro de Gunkel, Pensar diferentemente (Otherwise thinking), para que se possa ter uma ideia das posições do especialista norte-americano. Ciro Marcondes Filho

    Arquivo

    Cultmidiáticos