Fonte: MinC

O presidente da Academia Brasileira de Cinema, Roberto Farias, anunciou que, por opinião unânime da Comissão de Seleção, o longa-metragem “Lula, o Filho do Brasil” (dir. Fábio Barreto; Brasil, 2009) vai concorrer a uma indicação à categoria Melhor Filme em Língua Estrangeira, na 83ª Premiação Anual, promovida pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences - Oscar 2011. A decisão foi divulgada no final da manhã desta quinta-feira (23), na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

“Votamos no filme que nos pareceu mais bem feito, que honra a cinematografia brasileira e tem como atriz Glória Pires, que se torna uma excelente candidata ao prêmio de Melhor Atriz”, explicou Roberto Farias. “Nossa posição não tem nenhuma ligação política. Lula é uma estrela aqui e fora daqui, internacionalmente conhecida”, completou.

Agora o filme concorrerá com produções de mais de 95 países à indicação final. Os cinco longas selecionados para concorrer ao Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira serão anunciados em 25 de janeiro de 2011. A cerimônia de premiação será realizada no dia 27 de fevereiro de 2011.

Ao todo, 23 filmes brasileiros disputaram a chance para tentar uma vaga em um dos prêmios mais cobiçados da sétima arte foram: “A Suprema Felicidade”, “Antes que o Mundo Acabe”, “As Melhores Coisas do Mundo”, “Bróder”, “Carregadoras de Sonhos”, “Cabeça a Prêmio”, “Cinco Vezes Favela - Agora Por Nós Mesmos”, “Chico Xavier”, “É Proibido Fumar”, “Em Teu Nome”, “Hotel Atlântico”, “Lula, o Filho do Brasil”, “Nosso Lar”, “O Bem Amado”, “O Grão”, “Olhos Azuis”, “Os Inquilinos”, “Os Famosos e os Duendes da Morte”, “Ouro Negro”, “Quincas Berro D’água”, “Reflexões de um Liquidificador”, “Sonhos Roubados” e “Utopia e Barbárie”.

Comissão de Seleção
Este ano, pela primeira vez, a Comissão de Seleção foi ampliada e o Ministério da Cultura não foi a única instituição a indicar os membros dessa comissão que escolheu o concorrente brasileiro. O grupo é composto por nove representantes, indicados pela Academia Brasileira de Cinema (ABC), Agência Nacional de Cinema (Ancine) e pelo Ministério da Cultura (MinC). Veja a lista:
Nome
Perfil
Indicado (a) por
Roberto Farias Cineasta, presidente da Academia Brasileira de Cinema
ABC
Clélia Bessa Produtora de cinema e professora da PUC-RJ
ABC
Elisa Tolomelli Produtora, diretora e roteirista de cinema
ABC
Mariza Leão Salles de Rezende Produtora de cinema e presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Audiovisual do Rio de Janeiro (SICAV)
ABC
Leon Cakoff Crítico de cinema, criador e diretor da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo
Ancine
Márcia Lellis de Souza Amaral (Tata Amaral) Cineasta
Ancine
Cássio Henrique Starling Carlos Jornalista e crítico de cinema
MinC
Frederico Hermann Barbosa Maia Assessor do Ministério da Cultura
MinC
Jean Claude Bernardet Cineasta, crítico cinematográfico, escritor, teórico e professor da UnB e da USP
MinC
O filme

Lançado oficialmente no dia 1º de janeiro de 2010, “Lula, o Filho do Brasil” conta a trajetória pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (interpretado por Rui Ricardo Diaz) desde seu nascimento, em 1945, quando, no sertão pernambucano, Dona Lindu (Glória Pires), uma mulher simples e de fortes valores morais, dá à luz o seu sétimo filho, Luiz Inácio da Silva, e enfrenta o abandono do marido e as dificuldades de criar seus filhos sozinha na “cidade grande”. Em 1980, Lula se torna o maior líder sindical do país e emerge como uma força política renovadora. Uma vida marcada por dificuldades, perdas e uma notável capacidade de superação.

“Lula, o Filho do Brasil” conta a saga da família Silva, semelhante a de tantas outras famílias Silva do Brasil. Ainda no elenco: Cléo Pires (no papel de Lurdes), Juliana Baroni (Marisa Letícia), Milhem Cortaz (Aristides), Lucélia Santos (Professora) e Antônio Pitanga (Seu Cristóvão), entre outros.


Fonte: Folha Photo by Sérgio Lima/Folhapress

O apresentador e proprietário do SBT, Silvio Santos, convidou nesta quarta-feira o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para apresentar a abertura do programa Teleton, que acontecerá dias 5 e 6 de novembro.


Santos também pediu ao presidente uma doação de R$ 12 mil para o programa, uma maratona televisiva com o objetivo de arrecadar dinheiro para assistência de crianças com problemas de saúde.

O apresentador explicou que o valor pedido se refere aos 12 anos de programa. Segundo ele, Lula não quis gravar de improviso, mas se comprometeu a pensar em uma forma de aparecer no programa. "Ele vai fazer a abertura, ele gosta da causa e admira essa causa", disse ao deixar a reunião com Lula. 

Silvio Santos chega ao Palácio do Planalto para ver Lula Santos mostrou a Lula um vídeo em seu laptop em que o hoje presidente participou do "Show de Calouros" em 1989, quando concorria ao cargo. "Minha visita não é uma visita ao presidente, é ao Lula", disse. 

O apresentador disse que não entrava no Palácio do Planalto desde o governo Itamar Franco e, ao descrever o momento de espera para a audiência com o presidente, acabou contando aos jornalistas sobre uma reunião, que não está prevista na agenda oficial, de Lula com o ex-ministro da Justiça e advogado Márcio Thomaz Bastos.

Maria Fernandes: Como os brasileiros esquecem rápido. Lula é o Presidente do Brasil, porque o povo o escolheu, o reelegeu. E por que? Porque seu governo foi ótimo, é um dos melhores presidentes que já tivemos. Mostrou-nos que querendo, qualquer político pode fazer muito por nós, o povo. Não nos iludamos, com fofocas de pessoas, que querem o poder. Este governo do Lula, tem vários programas iniciando, que irão beneficiar ainda mais o povo brasileiro. Procurem saber mais, a internet existe para que?
juciara frança: SILVIO GANHOU TRABALHANDO ????? enganando o povo,isso sim. QUER CARONA NA POPULARIDADE DO LULA. SE INVESTIGAR O BAÚ.....A FELICIDADE DELE VAI EMBORA.
Jurandir junior: A APOSTA DA GROBO, ESTAD@O E FOLH@ NA VITORIA DO SERRA IRIA RENDER, FUTURAMENTE, FORTES INVESTIMENTOS EM PROPAGANDA GOVERNAMENTAL NESSES MEIOS DE COMUNICAÇÃO, COMO FAZIA FHC. A FARTURA DA MÍDIA COMPRADA NÃO VOLTARÁ, COM A VITÓRIA PRATICAMENTE CERTA DA DILMA.

Google divulga relatório da censura

Posted by recunha setembro 22, 2010 0 comments


Texto de Juciano Lacerda
Design Convite por Regina Cunha
Foto de Fausto Neto por Pedro França/FAC UnB


Para debater o tema "A Pesquisa em Comunicação no Contexto da Sociedade Midiatizada", o programa de pós-graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte PPGEM/UFRN  promove AULA INAUGURAL da sua segunda turma com a palestra do professor ANTONIO FAUSTO NETO, professor e pesquisador da Comunicação. O evento acontece no dia 15 de outubro de 2010, às 19 horas, no Auditório do Laboratório de Comunicação da UFRN e é aberto ao público.

ANTONIO FAUSTO NETO é graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1972), mestre em comunicação pela Universidade de Brasília (1977), doutor em Sciences de La Comunicacion et de L´Information "Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales" França (1982) e estudos de pós-doutorado na UFRJ (1990).

Pesquisador 1A do CNPq, ex-membro do Comitê Científico do CNPq (área da comunicação), Consultor "ad hoc": CAPES, CNPq, Fundação Carlos Chagas, Professor Titular da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), professor da UNIFRA, ex-professor nas UFRJ, UFPB, UnB e PUC-Minas. Co-fundador da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação - COMPÓS. Presidente do Centro Internacional de Semiótica e Comunicação CISECO 2009. Autor dos livros: Mortes em derrapagem (1991), O impeachment da televisão (1995), Ensinando TV Escola (2001), Desconstruindo os sentidos (2001), Lula Presidente - Televisão e Política na Campanha Eleitoral (2003), Os mundos das Mídias (2004), Midiatização e Processos Sociais - aspectos metodológicos (2010). Coordena atualmente a execução da pesquisa "Mutações nos processos de noticiabilidade: novas estratégias de enunciação do discurso jornalístico", CNPq/UNISINOS.

O PPGEM programa de pós-graduação em Estudos da Mídia da UFRN foi criado em fevereiro de 2009, e tem a Comunicação Midiática como objeto principal de suas atividades de pesquisa e pós-graduação. Coordenado pela profa. dra. Maria das Graças Pinto Coelho o programa conta com outros doze docentes em duas linhas de pesquisas e realiza a seleção da terceira turma para 2011.

AULA INAUGURAL 

com o professor ANTONIO FAUSTO NETO

A PESQUISA EM COMUNICAÇÃO 
NO CONTEXTO DA SOCIEDADE MIDIATIZADA

15 DE OUTUBRO DE 2010 - 19 HORAS

AUDITÓRIO DO LABCOM UFRN



A Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e o Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ convidam para o evento de lançamento do livro
 
Mímesis e a reflexão contemporânea,

organizado por Luiz Costa Lima.

Programação

Data 28 de setembro de 2010
18 às 19 horas - Confraternização e autógrafos
19 às 21 horas - Debate com Luiz Costa Lima, Aline Magalhães Pinto e Thiago Casteñon, com Mediação de Italo Moriconi
Local: Salão Dourado do Campos da Urca, Av. Pasteur, 250 - Rio de Janeiro


A jornalista Telma Johnson, mestre em jornalismo (Southern Illinois University), especialista em Gestão Estratégica da Informação (UFMG) e doutora em Comunicação e Sociabilidades Contemporâneas (UFMG) convida para o lançamento do livro Pesquisa social mediada por computador -  Questões, metodologia e técnicas qualitativas, no dia 30 de setembro de 2010, às 19 horas, na Livraria Status, na Rua Pernambuco, 1150, Funcionários Savassi - Belo Horizonte - MG. Telma é pesquisadora associada do GRIS - Grupo de Pesquisa Imagem e Sociabilidade, UFMG/CNPq e seu livro vai tratar da pesquisa qualitativa mediada por computador e abordar como a Internet vem sendo usada como ferramenta de coleta de dados e os tipos de métodos aplicados nos estudos dos fenômenos sociais nos espaços on-line. A autora já publicou:

Arte: Entre Contingente e Histórico

Posted by recunha setembro 20, 2010 0 comments

Na próxima quarta-feira, dia 22/09, das 16h às 17h, estreia a TV Web do Grupo de Estudos Online Educar na Cultura Digital.

No primeiro programa, será apresentada a proposta desse novo ambiente de formação, disponível há um mês, que já reúne mais de 600 educadores e pessoas interessadas em refletir sobre a educação e a cultura digital.

A transmissão será ao vivo por meio da TV Web da Editora Moderna, e haverá também links nas homepages do Portal EducaRede (www.educarede.org.br) e do site do Grupo de Estudos online (www.educarnaculturadigital.org.br) para os internautas assistirem ao vídeo.

Nesse primeiro programa, as mediadoras do Grupo de Estudos - Priscila Gonsales, Mílada Gonçalves e Sonia Bertocchi - vão explicar a metodologia, os módulos temáticos, os espaços de interação, as atividades e demais recursos do ambiente.

Além disso, farão um balanço informal do primeiro mês de funcionamento do grupo. Os internautas poderão participar, enviando mensagens por uma ferramenta de chat da própria TV Web ou pelo Twitter (www.twitter.com/educultdigital), que serão respondidas e comentadas pelas mediadoras durante o programa.

"O Grupo está superando as nossas expectativas, não tanto pela grande quantidade de inscritos, mas principalmente pelo entendimento de todos sobre a proposta de colaboração e de mediação coletiva", conta Priscila Gonsales, enfatizando a excelente qualidade das interações.

Há participantes de várias regiões do país e com diferentes perfis, como professores, diretores, estudantes de Pedagogia e pesquisadores de universidade.

A programação da TV Web do Grupo de Estudos Online Educar na Cultura Digital será quinzenal, sempre às quartas, das 16h às 17h, e ocorrerá até o final do ano.

Cada programa abordará uma temática específica, tais como "Games nas Educação" e "Redes Sociais na Educação", e serão convidados especialistas nos assuntos. Acompanhe as datas dos próximos programas no site.     

 Saiba tudo sobre o Grupo de Estudos Educar na Cultura Digital, aqui: www.educarnaculturadigital.org.br

O Ebook #MidiasSociais: Perspectivas, Tendências e Reflexões organizado foi idealizado e organizado pelos sócios da agência PaperCliQ (Marcel Ayres, Renata Cerqueira e Tarcízio Silva) em parceria com Danila Dourado. Tem o intuito de servir de referência para o mercado,  estudantes e profissionais, aumentando o debate sobre a comunicação digital. O material busca sistematizar conhecimentos sobre a área, discutindo temas como: Monitoramento Online, Transmídia, Assessoria Política, Geolocalização, Novos Modelos de Negócios, CoolHunting etc. Produzido colaborativamente, o ebook conta com artigos de profissionais e pesquisadores de todo país, como Patrícia Moura (Agência Binder / Visão Estratégica), Nino Carvalho (InPress Porter Novelli), Carol Terra (Agência Ideal), Gilber Machado (e-brand), Mirna Tonus (UFU) (na foto em destaque) e Henrique Puccini (Humantech).

    Arquivo

    Cultmidiáticos